Blog – Spasso Gelato 

SORVETE, GELATO E SORBET. O QUE É CADA UM ?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Consumido diariamente por milhares de pessoas em todo o mundo, principalmente nos dias em que faz mais calor, o sorvete pode ser encontrado com receitas muito diferentes da original base feita de neve, mel, frutas e gema de ovo, criada pelos chineses há mais de 3 mil anos.

Na mão dos árabes, a mistura foi chamada de Sberbeth e mais tarde se transformou nos famosos sorbets. Na Itália passou a ser produzida em uma máquina chamada de mantecadora, dando origem ao gelato que conhecemos hoje.

Além do nome, esses tipos de sorvete possuem texturas, sabores e preparações muito diferentes de um para o outro. Você conhece cada uma dessas peculiaridades?

O que é Sorbet?

Simples e leve, o sorbet é feito com altos teores de fruta, para aproveitar ao máximo o açúcar e as fibras deste ingrediente, resultando em um sorvete cremoso, de textura incrível.

Fabricado com água ou leites de origem vegetal, o grande diferencial do sorbet é que ele não leva nenhum tipo de gordura, seja a vegetal ou a animal, que pode ser mantido em um congelamento de -20°C, com validade de cinco dias. O resultado é um produto de consistência fina, muito usado para limpar o paladar durante um prato e outro.

O que é Gelato?

Especialidade dos italianos, o gelato é feito de maneira artesanal com ingredientes frescos, para ser consumido no mesmo dia de sua preparação. A receita tem como ingredientes principais a água, o açúcar, o leite e o sabor escolhido.

O equilíbrio entre o teor de água e de açúcar é essencial para garantir a textura de um verdadeiro gelato. Para cada sabor existe uma proporção certa de açúcares, já que a sacarose ou o mel tem um ponto de congelamento diferente, que interfere diretamente na cremosidade.

O ar é outro fator importante. Por isso o produto é colocado na mantecadora aos poucos, mantendo-se certa distância do equipamento. Outra característica específica é a temperatura na qual o gelato é servido, que deve ser entre -12°C e -14°C, para não chocar as papilas gustativas, que passam a sentir muito mais o sabor.

Na Itália (e agora na sede brasileira em São Paulo) é possível tornar-se um gelatieri através da Carpigiani Gelato University, de Bolonha. Na universidade, é possível aprender tudo sobre a arte de fazer gelatos, entender como funcionam os instrumentos e ainda colocar tudo em prática nos laboratórios disponíveis.

Por lá, o gelato é considerado um produto completo para a alimentação, podendo ser tomado até no café da manhã, já que contém proteínas, açúcares e leite. Prova disso é que cada italiano consome cerca de 18 litros de sorvete por ano, 3 vezes mais que o brasileiro, como apontam dados da Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS).

Deixe seu comentário:

Fique pertinho da gente

Contato: administrativo@spassogelato.com

Copyright 2020 – Spasso Gelato Artesanal – Todos os direitos reservados